Sobre a Freebord


Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/freelcom/public_html/wp-content/themes/freebord_2011_July/functions.php on line 831

A Empresa

 

O progresso e a inovação é aquilo que nos move. Através de anos de evolução e projecto em conjunto com riders, a Freebord apresenta um modelo que permite simular exactamente o snowboard no asfalto.

A Freebord foi iniciada em 1996 por Steen Strand em Palo Alto, Califórnia enquanto frequentava o mestrado em design de produtos em Stanford University. Steen queria encontrar uma forma de trazer a sensação do snowboard para as ruas e começou por desenvolver protótipos de um skate que pudesse deslizar, curvar e parar como na neve. Ele patenteou o seu projecto e começaram a ser montados e vendidos os primeiros Freebords “Alpha” em 1998, a partir da sua garagem em São Francisco, Califórnia. Desde então os freebords evoluíram bastante para se tornarem mais pequenos e mais leves, com fixações para segurar os pés do rider enquanto desliza e curva no Freebord.

 

Protótipos e Concepção

 

Os primeiros protótipos de freebords imitaram os bordos/cantos de um snowboard para permitir curvar (carving), mas foram sujeitos a várias alterações para recriar o movimento de deslizar (slide) que torna a sensação de fazer Freebord única. Steen percebeu que as rodas centrais precisavam de alinhar automaticamente com o eixo da prancha para melhor estabilidade (nos modelos mais antigos esse movimento é dado por tubo cirúrgico) e de trucks mais largos que o habitual, um componente critico do projecto final. “Depois de um dos nossos riders ter caído de forma dura depois de ter deslizado e acabado em fakie, comecei a trabalhar numa roda central capaz de girar 360 graus”, diz Steen. “Uma vez que a montagem de teste correu como esperava, montou ambas as rodas centrais numa prancha de testes que já tinha usado em protótipos anteriores (que provavelmente tinha uma centena de buracos devido à quantidade de coisas que tinham sido testadas nela). Tentei várias formas e tamanhos de pranchas e aprendi que a rigidez, a largura e a concavidade melhoravam a forma de andar.”

O Alpha 112 cm foi o nosso primeiro modelo de Freebord a entrar em produção, com uma construção do tipo twin tip e com uma forma muito idêntica a um snowboard. Também produzidos num modelo com 110 cm, os Alphas andavam bem mas eram pesados e difíceis de controlar nas estradas cada vez mais íngremes para onde os riders os levavam. Assim em 2001 começamos a produzir um modelo mais pequeno, leve e mais manobrável chamado Xponent com pranchas de 80cm. Também incluídos nessas pranchas estavam as fixações S1 (Skyhook S1) que mantinham o pé do rider no sítio certo e permitiam mais controlo e sensibilidade nos slides e descidas acentuadas. Estas fixações evoluíram para as S2, que apresentam uma maior área de cobertura do peito do pé e permitem mais afinações. Em resposta à crescente procura e ao feedback dos riders no sentido de um modelo mais agressivo, introduzimos em 2008 os trucks G3, com melhoramentos a nível da durabilidade e resistência bem como uma base maior para uma melhor resposta. Hoje as nossas pranchas existem num leque de 75 a 85 cm e incluem uma construção híbrida com Bamboo, além do padrão 7ply Maple (contraplacado com 7 camadas de madeira prensada, semelhante às comuns pranchas de skate). Pranchas mais largas foram também projectadas para permitir apoiar tamanhos de pé superiores ao habitual.

Videos from The Vault