Freebord Explicado


Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/freelcom/public_html/wp-content/themes/freebord_2011_July/functions.php on line 831

A Missão

Começámos a querer praticar snowboard todo o ano, onde e quando queríamos. E assim desenvolvemos uma prancha que deu aos riders a sensação e o controlo de um snowboard no asfalto. O Freebord evoluiu, assim como o nosso objectivo: proporcionar o mais controlo possível para andar no asfalto. Os nossos riders conseguem curvar, deslizar, desacelerar e parar quando querem. Desta forma conseguem ir mais rápido ou mas devagar dependendo do que pretendem em cada situação. Podem descer as ruas mais íngremes, as grandes e longas estradas e até os mais estreitos passeios. Num Freebord, os riders têm o controlo que precisam para descerem o que querem, como querem.

freeboard

O Projecto

A prancha de um Freebord é semelhante a um skate. Na parte inferior da prancha encontram-se quatro rodas exteriores montadas nuns trucks mais largos que a prancha. Estas rodas exteriores “edge wheels” simulam os cantos/lâminas de um snowboard e são usadas para curvar e deslizar.Além destas quatro rodas exteriores, o Freebord tem mais duas rodas centrais “Center Wheels” no eixo longitudinal da prancha, que giram 360 graus. Estas agem como a base de um snowboard, permitindo que os riders deslizem em qualquer direcção, controlem a sua velocidade ou parem assim como fazem na neve.Fixações montadas no topo da prancha permitem um melhor controlo do Freebord

freeboard

Controlo Avançado – Freebord Trucks

Como um truck de um tradicional skate , os trucks G3 da Freebord são constituídos por um hangar e uma placa de base. O hangar da Freebord é maior do que os dos tradicionais skates, mas tem o mesmo objectivo e funciona da mesma forma.

A forma única de andar num Freebord é possível graças à roda central que gira 360 graus e que é montada na base do truck na parte inferior da tábua. As rodas centrais situam-se mais baixo do que as rodas exteriores, criando um espaço entre um par de rodas exteriores e o chão, “rocker”. A prancha de Freebord funciona como uma balança, se o rider colocar o peso nos calcanhares, por exemplo, faz levantar as rodas da frente e vice-versa. É esta combinação de rodas exteriores e rodas centrais giratórias que permite aos riders curvarem e deslizarem em todas as direcções.

Quando um rider aplica peso num dos lados da prancha ( heelside ou toeside), o conjunto de rodas oposto não fica em contacto com o chão permitindo que a prancha deslize nessa direcção. As rodas exteriores  deslizam ao longo do pavimento fazendo com que a velocidade diminua. Assim os riders podem usar os “slides” para abrandar, travar, evitar obstáculos e rodar.

freeboard

Fixações S2

As fixações S2 da Freebord são montadas no topo da prancha. Assim como as fixações no snowboard, as S2 aumentam o controlo da prancha permitindo uma melhor e mais rápida transição dos bordos da prancha (dos dedos dos pés para o calcanhar e vice-versa). Também permitem que mais pressão seja aplicada nas rodas exteriores quando se quer travar ou abrandar.

São ajustáveis em rotação e na vertical para se adaptar ao estilo e posição de cada rider. Ao contrário das fixações de snowboard, estas fixações NÃO prendem os pés à prancha. Os riders podem pôr e tirar os pés das fixações sempre que precisarem.